Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch
Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch

Bolsonaro bate recorde de atos questionados no STF no 1º ano de mandato

ONGs estão na Amazônia por causa própria, diz Bolsonaro
Imagem: Reuters/S.A. Machado
COMPARTILHE

Levantamento considera os primeiros anos de governo desde 2001. Em 2019, 30 ações questionaram atos de Bolsonaro.

O presidente da República, Jair Bolsonaro, é o chefe do Executivo que, nos últimos 20 anos, teve mais decretos e medidas provisórias questionados no Supremo Tribunal Federal (STF) durante o primeiro ano de mandato.

Um levantamento divulgado pelo portal G1, neste domingo (1º), indica que Bolsonaro assinou 537 decretos e 48 medidas provisórias em 2019, que geraram 30 ações no STF para questionar a constitucionalidade das normas. 

Ao todo, foram seis MPs questionadas em 16 ações e cinco decretos em outras 14.

Os números considerados no levantamento são os de ações registradas no Supremo desde 2001, quando uma emenda constitucional reformulou os procedimentos para a edição de MPs, proibindo reedições sucessivas.

Em seu primeiro ano de mandato, Bolsonaro assinou 48 medidas provisórias contra 52 de Michel Temer, 36 de Dilma Rousseff e 58 de Lula da Silva.

Bolsonaro foi o presidente que mais editou decretos: 537 no primeiro ano. Lula editou 383, Dilma com 240 e Temer com 271.

PUBLICIDADE

TÓPICOS
COMPARTILHE
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram

Comentários_

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião da RenovaMídia.

Ao comentar você concorda com nossos termos de uso e política de privacidade.

Assinar
Notificar quando
guest
0 Comentários
Feedbacks em linha
Ver todos os comentários