Português  English  Español  Italiano  Français  Deutsch
Português  English  Español  Italiano  Français  Deutsch

Bolsonaro chama Moro de “Judas” por não investigar caso Adélio

Tarciso Morais
Tarciso Morais
Fundador e editor-chefe da RENOVA Mídia
Bolsonaro deve manter Coaf sob controle de Moro

“O Judas, que hoje deporá, interferiu para que não se investigasse?”, questionou Bolsonaro.

O presidente da República, Jair Bolsonaro, voltou a criticar duramente o ex-ministro Sergio Moro, neste sábado (2), nas redes sociais.

Bolsonaro acusou Moro de traição por não levar adiante as investigações sobre a facada dada no presidente pelo extremista de esquerda Adélio Bispo.

O chefe do Executivo divulgou um vídeo em que uma pessoa diz ter identificado vozes de outras pessoas que falariam com Adélio no momento do crime.

Rotulando Moro de “Judas”, Bolsonaro escreveu:

“Os mandantes estão em Brasília? O Judas, que hoje deporá, interferiu para que não se investigasse?”

Nas próximas horas, Moro presta depoimento à Polícia Federal (PF) e à Procuradoria-Geral da União (PGR), como noticiou a RENOVA.

Moro prometeu apresentar provas sobre a interferência do presidente da República, Jair Bolsonaro, na indicação do delegado Alexandre Ramagem para o cargo de diretor-geral da PF.

Compartilhe

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no telegram
Compartilhar no reddit
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no email