Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch
Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch

Bolsonaro comprometido com a luta anticomunista na América Latina

Bolsonaro comprometido com a luta anticomunista na América Latina
COMPARTILHE

Segundo Bolsonaro, “todos na América Latina sabem quais são as consequências da esquerda”, acrescentando que “o exemplo mais claro é Cuba, e o país que mais se aproxima dessa realidade é a Venezuela”.

O presidente eleito Jair Bolsonaro se comprometeu no sábado (8) a “consolidar” na América Latina a “nova linha política que nasceu” nas eleições de outubro e a somar esforços para combater o comunismo na região.

O futuro chefe de Estado se manifestou nesse sentido em mensagem na “Cúpula Conservadora das Américas”, organizada por um dos seus filhos, o deputado Eduardo Bolsonaro, que reuniu representantes de dez países da região.

Em sua mensagem, enviada por teleconferência de sua cama, na sua residência particular do Rio de Janeiro, Bolsonaro encorajou os conservadores da América Latina “a não desistir, a não perder a esperança e a manter viva a chama da liberdade”.

Bolsonaro também pediu para “combater juntos os objetivos do Foro de São Paulo”, organização que reúne partidos de esquerda da América Latina, e a travar “uma luta ampla pela liberdade, pela democracia e pelo livre-comércio”.

Conforme Bolsonaro, o que estará “em jogo” a partir do dia 1 de janeiro, quando assumir o poder, “não será o sucesso ou o fracasso de um mandato, mas o sucesso ou o fracasso do próprio Brasil“.

Adaptado da fonte UOL

PUBLICIDADE

TÓPICOS
COMPARTILHE
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram

Comentários_

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião da RenovaMídia.

Ao comentar você concorda com nossos termos de uso e política de privacidade.

Assinar
Notificar quando
guest
0 Comentários
Feedbacks em linha
Ver todos os comentários