Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch
Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch
- PUBLICIDADE -

Bolsonaro conecta vacinação obrigatória à ditaduras

“Falei outro dia 'ninguém vai ser obrigado a tomar vacina' e o todo mundo caiu na minha cabeça”, diz Bolsonaro.

Tarciso Morais

Tarciso Morais

‘Brasil está se reerguendo’, diz Jair Bolsonaro
COMPARTILHE

O presidente da República, Jair Bolsonaro, reafirmou, nesta terça-feira (8), que não pode obrigar as pessoas a se vacinarem contra o coronavírus quando a vacina estiver disponível. 

Em encontro com um grupo de médicos que defendem o tratamento do coronavírus com o uso da hidroxicloroquina, Bolsonaro declarou:

“Mesmo tendo comprovação científica lá fora, (a vacina) tem umas etapas a serem cumpridas aqui. A gente não pode injetar qualquer coisa nas pessoas e muito menos obrigar. Eu falei outro dia ‘ninguém vai ser obrigado a tomar vacina’ e o todo mundo caiu na minha cabeça.”

O chefe do Executivo citou que cabe ao governo fazer campanha para a vacinação, mas que as pessoas não podem ser obrigadas:

“A vacina é uma coisa que, no meu entender, você faz a campanha, busca uma solução, não pode é amarrar o cara e dar a vacina nele.”

Em seguida, segundo o portal Terra, Bolsonaro completou dizendo que esse tipo de obrigação nunca foi feito, “a não ser em ditaduras”.

- PUBLICIDADE -
TÓPICOS
COMPARTILHE
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no telegram
Compartilhar no reddit
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no email
VEJA TAMBÉM