Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch
Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch

Bolsonaro confiante que caminhoneiros não vão fazer paralisação

Tarciso Morais
Tarciso Morais
Fundador e editor-chefe da RENOVA Mídia

“Os caminhoneiros são classe importantíssima para o Brasil”, afirmou o presidente Bolsonaro.

O presidente da República, Jair Bolsonaro, disse estar conversando com os caminheiros e afirmou que não acredita em uma paralisação da categoria neste momento.

Uma nova resolução sobre a política de pisos mínimos do frete rodoviário, publicada nesta quinta-feira (18) pela Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT), foi criticada por alguns representantes dos caminhoneiros, que ameaçam com nova paralisação, informa o site UOL.

Nesta sexta-feira (19), Bolsonaro declarou:

“É um direito de todo mundo fazer greve no Brasil, logicamente algumas classes como a minha, das Forças Armadas, não têm direito. Os caminhoneiros são classe importantíssima para o Brasil.”

E acrescentou:

“Acredito que caminhoneiros não façam paralisação porque isso atrapalha muito a economia. Reconhecemos a dificuldade na carreira e estamos prontos para continuar conversando mas estamos em um país livre e democrático onde impera o livre mercado. Lei da oferta e da procura.”

Para o presidente, os governos do PT erraram ao conceder crédito em excesso para a compra de caminhões, o que levou a uma redução do preço do frete:

“Tivemos um problema lá atrás com o PT. O BNDES ofereceu crédito em excesso para a compra de caminhões, cresceu a frota de caminhões assustadoramente e o transportado permaneceu igual. Lei da oferta e da procura. Caiu o preço do frete.”

Compartilhe

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no telegram
Compartilhar no reddit
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no email

Comentários

A RENOVA Mídia não se responsabiliza pelo conteúdo, opiniões e comentários dos visitantes do site. NÃO publique ofensas, discordar não é ofender. Caso encontre algum material com ofensas, denuncie. Lembre-se que ao comentar em nosso portal você concorda com estes Termos de Uso.

Outras Notícias