Português   English   Español

Bolsonaro conversa com líder direitista da Hungria por telefone

O presidente eleito falou por telefone com líder húngaro de direita e diz que será ‘grande parceiro’.

O presidente eleito Jair Bolsonaro conversou por telefone nesta segunda-feira (19) com o primeiro-ministro húngaro Viktor Orbán e afirmou que pretende ser “grande parceiro” dele.

Um dos principais líderes conservadores da Europa, o premiê da Hungria se destaca por sua batalha ferrenha contra a agenda de fronteiras abertas imposta pela União Europeia (UE) aos países membros do grupo.

Em entrevista no Rio de Janeiro, segundo informações do G1, Bolsonaro afirmou:

[A Hungria] é um país que sofreu muito com o comunismo no passado, é um povo que sabe o que é ditadura. O povo brasileiro não sabe o que é ditadura ainda, não sabe o que é sofrer na mão dessas pessoas. E ele [Orbán] está muito feliz com a nossa eleição e nós, com toda certeza, seremos grandes parceiros para o futuro.

Bolsonaro também rebateu as críticas da comunidade internacional a Orbán, que ordenou o fechamento das fronteiras húngaras.

Neste ano, o parlamento húngaro aprovou uma lei que pune indivíduos ou grupos que ofereçam ajuda a imigrantes, afetando diretamente os negócios do líder globalista George Soros, conforme noticiou a Renova Mídia.

Deixe seu comentário...

Veja também...

Newsletter Renova!

Preencha o formulário para assinar nossa newsletter.

Nome Email
newsletter