Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch
Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch

Bolsonaro defende cortar pela metade número de deputados federais

Tarciso Morais

Tarciso Morais

COMPARTILHE

Faltando seis meses para eleição, o deputado federal e pré-candidato à Presidência, Jair Bolsonaro (PSL-RJ), levantou essa bandeira, alegando que há deputados demais (513 ao todo) na Casa.

Ideias e propostas de redução de parlamentares, na Câmara e no Senado, estão entre as de maior apoio popular. Num evento na Associação Comercial do Distrito Federal, na tarde desta terça-feira (20), o deputado tirou esse coelho da cartola.

Bolsonaro disse também que deputado custa caro e tem muitas mordomias:

Gostaria de diminuir o número de parlamentares. Viemos aqui (em Brasília) dois dias por semana. A passagem aérea…Imaginem! São mil passagens aéreas (ida e volta de 500 deputados). É só multiplicar. Temos muitas mordomias.

No final do ato, perguntado pela Gazeta do Povo sobre essa nova plataforma, Bolsonaro disse que a tarefa é para o Congresso Nacional e não para um presidente. Para se alterar o número de parlamentares é necessário uma proposta de emenda constitucional (PEC), que requer o apoio de dois terços das duas Casas. “Seria bom (reduzir número de deputados). Mas o parlamento é que vai definir“.

Perguntado se tem projeto nesse sentido, respondeu: “vamos pegar o do Clodovil (ex-deputado que morreu em 2009)“. Em 2008, o deputado Clodovil Hernandez (PR-SP) propôs uma PEC reduzindo de 513 para 250 o número de deputados. A proposta não avançou.

 

Com informações da: [GdP]

RENOVA Mídia precisa do seu apoio para continuar em funcionamento. Conheça nossa história e faça sua doação (boletou ou cartão) através da plataforma ApoiaSe. Clique AQUI e faça sua parte.

- PUBLICIDADE -
TÓPICOS
COMPARTILHE
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram