Bolsonaro defende trabalho forçado para presos no Brasil

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
Compartilhar no email

Bolsonaro ponderou que a Constituição proíbe tal penalidade, mas disse que é seu “sonho” a existência de presídios agrícolas no país.

O presidente da República, Jair Bolsonaro, defendeu o trabalho forçado para presidiários no Brasil.

Ao fim de uma cerimônia em Anápolis, no Estado de Goias, nesta quarta-feira (31), Bolsonaro declarou:

“Eu sonho com um presídio agrícola. É cláusula pétrea (da Constituição), mas eu gostaria que tivesse trabalho forçado no Brasil para esse tipo de gente, mas não pode forçar a barra. Ninguém quer maltratar presos nem quer que sejam mortos, mas é o habitat deles, né?”

Bolsonaro também afirmou que os quatro presos que estariam envolvidos no massacre de Altamira, no Pará, e que foram mortos na noite desta terça-feira (30) por sufocamento dentro do caminhão-cela que os transferia para unidades de Belém (PA), morreram porque “com toda certeza, deviam estar feridos”.

Segundo a revista Veja, indagado sobre as mortes dos quatro presos, Bolsonaro respondeu que “problemas acontecem”:

“Porque uma ambulância, quando pega uma pessoa até doente no caminho, ela pode vir a falecer. O que eu pretendo fazer? … Pessoal, problemas acontecem, está certo? Se a gente puder, eu vou conversar com o ministro Sergio Moro nesse sentido.”

TÓPICOS

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
Compartilhar no email

Newsletter

Receba as principais notícias do dia, assine nossa newsletter gratuita.