Bolsonaro desmente fake news sobre Alberto Fraga ministro

Português   English   Español
Bolsonaro desmente fake news sobre Alberto Fraga ministro
TARCISO MORAIS
TARCISO MORAIS
Fundador e editor-chefe da RENOVA Mídia

O nome do deputado federal Alberto Fraga (DEM-DF) repercutiu no Twitter brasileiro na manhã desta quarta-feira (31).

A blogosfera petista desencavou uma notícia publicada pela revista Veja na última terça-feira, dia 23 de outubro.

No dia em questão, após ser derrotado na disputa pelo governo do Distrito Federal, Alberto Fraga reuniu cerca de 30 parlamentares que defendem o afrouxamento das regras para posse de arma na casa de Jair Bolsonaro no Rio de Janeiro

“Já anuncio aqui que quem vai coordenar a bancada no Planalto vai ser o Fraga”, brincou Bolsonaro, gerando uma gargalhada dos parlamentares visitantes.

Confira o vídeo (o momento da fala pode ser visto aos 50 segundos):

Acontece que o deputado Fraga aproveitou a piada e saiu da reunião alegando para a imprensa que Bolsonaro o queria como ministro das Relações Institucionais, conforme noticiou a Renova Mídia.

Alberto Fraga declarou:

Ele disse claramente que quer que eu fique responsável pela relação com o Congresso. Ele sabe que eu tenho ótima relação com o Congresso. Ontem (terça-feira) ele ficou chocado de eu ter levado 32 deputados à casa dele, ninguém tinha conseguido levar mais do que oito deputados. Ele disse: ‘O Fraga vai ser o coordenador das bancadas’.

O capitão reformado do Exército não gostou nada das declarações de Fraga. Em mensagem publicada no Twitter, apesar de não citar o nome do parlamentar do DEM, Bolsonaro deixou clara sua insatisfação:

Já nesta quarta-feira (31), o nome de Alberto Fraga passou a ocupar a lista dos tópicos mais comentados no Twitter brasileiro. Vários sites da blogosfera petistas e influenciadores digitais com viés esquerdista resgataram o atrito para fazer barulho.

Para contornar qualquer desinformação, o próprio presidente eleito negou a indicação de Alberto Fraga através do seu perfil oficial no Twitter nesta tarde.

“Nossos ministérios não serão compostos por condenados por corrupção, como foram nos últimos governos”, afirmou.

Em seu perfil no Twitter, minutos atrás, Bolsonaro anunciou a indicação de Marcos Pontes para o Ministério da Ciência e Tecnologia e reforçou que apenas quatro nomes foram confirmados para ministérios, conforme noticiou a Renova Mídia.

SIGA A RENOVA

Compartilhe...

Share on whatsapp
Share on google
Share on pinterest
Share on linkedin
Share on email

Deixe seu comentário...

Veja também...

SIGA A RENOVA