Português   English   Español

Bolsonaro desmente pressão evangélica para escolha do MEC

O presidente eleito Jair Bolsonaro disse neste sábado (24) que a nomeação de Ricardo Vélez Rodriguez para o ministério da Educação atende a “valores familiares e respeito à criança”.

Jair Bolsonaro negou que tenha havido qualquer pressão da bancada evangélica para que o nome do filósofo Ricardo Vélez Rodríguez fosse indicada para o Ministério da Educação.

Segundo informações de O Antagonista, Bolsonaro declarou:

Pelo que eu sei, [Vélez] não é evangélico. Mas atende aquilo que a bancada evangélica defende, os princípios, valores familiares e respeito à criança.

Em entrevista após participar de cerimônia na Brigada de Infantaria Pára-quedista, no Rio de Janeiro, o presidente eleito acrescentou:

Escola é lugar de aprender uma profissão e também noções de cidadania e patriotismo, amor à pátria. É isso que nós queremos, e não ficar com essa história de ideologia de gênero ou formando militantes.

Deixe seu comentário...

Veja também...

Newsletter Renova!

Preencha o formulário para assinar nossa newsletter.

Nome Email
newsletter