Português   English   Español

Jair Bolsonaro é destaque na revista ‘Americas Quarterly’

A revista Americas Quarterly – uma das mais respeitadas nos quesitos política e economia da América Latina – publicou edição com Jair Bolsonaro na capa.

Na edição com o título “América Latina primeiro?“, o jornalista Brian Winter faz “uma análise das eleições de 2018 na região — e explica por que nacionalistas anti-establishment estão subindo nas pesquisas de opinião“.

Na capa da publicação, podemos ver Bolsonaro ao lado de Obrador, um pré-candidato à presidência do México.

Brian Winter declarou no artigo de abertura da edição intitulado “Os outsiders da América Latina“:

Um deles é um mexicano da esquerda. O outro, um representante brasileiro da ultradireita. Eles são tão diferentes, que provavelmente prefeririam nunca aparecer lado a lado na nossa capa.

Mas Andrés Manuel López Obrador e Jair Bolsonaro têm algo significativo em comum: ambos são nacionalistas que fizeram do combate contra as elites corruptas seu principal grito de guerra. Isso pode ser uma fórmula vencedora em um ano em que dois a cada três latino-americanos elegerão um novo presidente, e a revolta dos eleitores em relação à corrupção nunca foi tão grande.

Em outra matéria intitulada “Falha no sistema: Por trás da ascensão de Jair Bolsonaro“, Brian tenta explicar para o mundo os motivos que estão colocando o deputado federal do Rio de Janeiro perto da liderança do Brasil.

Nos últimos meses de 2017, passei inúmeras horas entrevistando os Bolsonaros e seus apoiadores, numa tentativa de entender melhor a surpreendente ascensão da família e as principais forças que tornaram isso possível. Ao fazê-lo, tenho certeza de que vou ser acusado de “normalizar” seus pontos de vista por aqueles que insistem que a mídia não deve “oferecer uma plataforma” às vozes mais intolerantes da política. A esse argumento, eu respondo: Como isso funcionou com Donald Trump?

Editor-chefe da Americas Quarterly e uma das principais vozes da grande mídia sobre política da América Latina, Brian Winter compara o crescimento de Bolsonaro com o efeito que produziu vitórias importantes da direita nos últimos anos mundo afora.

O que eu descobri? A hipótese mais óbvia, de que Bolsonaro faz parte de uma tendência global que produziu a vitória de Trump, do Brexit e de outros nacionalistas de direita como o Sebastian Kurz, na Áustria, é verdadeira em muitos aspectos — mas uma explicação insuficiente em outros.

Apesar de utilizar os termos padrões da grande mídia para criticar Bolsonaro, a publicação apresenta uma visão lúcida sobre o cenário político brasileiro e as grandes chances de vitória de Jair Bolsonaro na eleição presidencial de 2018.

E sob o risco de entregar o fim deste artigo, terminei minha investigação com uma conclusão acima de tudo:

Jair Bolsonaro pode acabar vencendo. Não há dúvida de que ele poderia ganhar.

Você pode ler toda a revista com matérias traduzidas para o português através desse link.

Deixe seu comentário...

Veja também...

Newsletter Renova!

Preencha o formulário para assinar nossa newsletter.

Nome Email
newsletter