Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch
Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch

Bolsonaro determina que agressor de mulher terá que reembolsar SUS

Bolsonaro determina que agressor de mulher terá que reembolsar SUS
Imagem: RAFAEL FELICCIANO/METRÓPOLES
COMPARTILHE

Chefe do Executivo assinou alteração na Lei Maria da Penha, que entrará em vigor em 45 dias.

O presidente da República, Jair Bolsonaro, sancionou, nesta terça-feira (17), um projeto que altera a Lei Maria da Penha, determinando que o agressor custeie as despesas do atendimento à vítima de violência doméstica pelo Sistema Único de Saúde (SUS).

O novo texto da legislação passa a valer 45 dias depois de sua publicação, prevista para esta quarta-feira (18), no Diário Oficial da União (DOU).

O projeto de lei foi aprovado no plenário da Câmara dos Deputados no dia 20 de agosto e enviado à Presidência da República.

De acordo com o Planalto, a medida tem como objetivo responsabilizar o agressor também pelos danos materiais decorrentes do crime.

“Por meio desta medida, busca-se reforçar a legislação e as políticas públicas que visam coibir a violência contra as mulheres e, consequentemente, garantir a proteção à família”, diz a nota enviada pela equipe do presidente, informa o site Metrópoles.

PUBLICIDADE

TÓPICOS
COMPARTILHE
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram

Comentários_

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião da RenovaMídia.

Ao comentar você concorda com nossos termos de uso e política de privacidade.

Assinar
Notificar quando
guest
0 Comentários
Feedbacks em linha
Ver todos os comentários