PUBLICIDADE. ANUNCIE AQUI!

Bolsonaro discutirá ampliação do uso da cloroquina com Teich

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
Compartilhar no email
PUBLICIDADE. ANUNCIE AQUI!

“Muitos médicos do Brasil entendem que a cloroquina deve ser usada desde o início”, disse Bolsonaro sobre a cloroquina.

O presidente da República, Jair Bolsonaro, afirmou, nesta quarta-feira (13), que discutirá com o ministro da Saúde, Nelson Teich, a ampliação do uso da cloroquina em pacientes infectados com coronavírus

A declaração foi feita em conversa com a imprensa na saída do Palácio da Alvorada, em Brasília.

Alertando que a eficácia do medicamento ainda não foi comprovada, Bolsonaro afirmou que o uso da cloroquina tem que ser pensado de forma emergencial:

“Muitos médicos do Brasil entendem que a cloroquina deve ser usada desde o início mesmo sem a comprovação científica. Pode ser um alento. Vai ser discutido com o ministro.”

O chefe do Executivo ainda reforçou que gosta que seus ministros estejam alinhados, enfatizando que é preciso agir no caso da cloroquina para não haver arrependimento posterior:

“Todos têm que estar afinados, e quando conversamos quero eficácia, não é gostar. Se existe uma possibilidade de diminuir, por que não usar? Não pode daqui dois anos saber [que faria diferença].”

Em mensagem no Twitter, na tarde de terça-feira (12), o ministro Teich alertou para os “efeitos colaterais” da cloroquina.

“O paciente deve entender os riscos e assinar o ‘Termo de Consentimento’ antes de iniciar o uso da cloroquina”, escreveu Teich, como noticiou a RENOVA.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE. ANUNCIE AQUI!

TÓPICOS

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
Compartilhar no email
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE. ANUNCIE AQUI!
PUBLICIDADE. ANUNCIE AQUI!

Encontrou um erro?

Para comunicar um erro de português, de informação ou técnico, preencha o formulário abaixo.