PUBLICIDADE. ANUNCIE AQUI!

Bolsonaro diz que artistas não influenciam mulheres brasileiras

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
Compartilhar no email
PUBLICIDADE. ANUNCIE AQUI!

O candidato do PSL à Presidência da República, Jair Bolsonaro, concedeu entrevista ao apresentador Datena nesta sexta-feira (28).

Em um certo momento da entrevista, Bolsonaro foi questionado sobre a suposta rejeição das mulheres ao seu nome. Ele aproveitou para falar sobre o movimento “Ele Não”.

Neste sábado (29), organizações feministas agendaram protestos em dezenas de cidades do Brasil contra o candidato Jair Bolsonaro (PSL). Até mesmo o grupo de extrema-esquerda MST aproveitou o embalo e marcou presença.

Durante a entrevista transmitida pela Band, o deputado federal não questionou o direto à manifestação das mulheres, mas fez uma indagação sobre a motivação política das integrantes do movimento:

Lançaram uma hashtag #EleNão. Tudo bem, democracia. Mas vão votar em quem?

E acrescentou:

Umas artistas [que usam a hashtag] estão achando que vão manipular as mulheres brasileiras. Decentes, honestas, conservadoras, mães, chefes de família. Esse pessoal não vai ser tutelado.

Apesar de não citar nomes, é bom possível que o capitão do exército estivesse se referindo ao apoio de Madonna ao movimento.

A cantora pop publicou nesta sexta-feira (28) uma mensagem nas redes sociais aderindo à campanha anti-Bolsonaro. Para Madonna, o candidato do PSL representa a volta do “fascismo”.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE. ANUNCIE AQUI!

TÓPICOS

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
Compartilhar no email
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE. ANUNCIE AQUI!
PUBLICIDADE. ANUNCIE AQUI!

Encontrou um erro?

Para comunicar um erro de português, de informação ou técnico, preencha o formulário abaixo.