Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch
Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch

Bolsonaro diz que Exército não pretende ‘comemorar’ o 31 de março

Bolsonaro diz que Exército não pretende 'comemorar' o 31 de março
COMPARTILHE

Bolsonaro participou nesta quinta-feira (28) da entrega de condecorações em solenidade comemorativa do 211º Aniversário da Justiça Militar da União.

O presidente da República, Jair Bolsonaro, declarou nesta quinta-feira (28) que o texto a ser lido nos quartéis em referência a 31 de março de 1964 não teve o objetivo de “comemorar” o início do governo militar.

Bolsonaro disse que sua intenção é “rememorar” o fato e identificar pontos corretos e errados para o “bem do Brasil no futuro”. O documento também é assinado pelo Ministério da Defesa e pela Forças Armadas.

Durante conversa com jornalistas, Bolsonaro citou a Lei da Anistia:

“A Lei da Anistia está aí e valeu para todos. Inclusive, o governo militar fez com que ela fosse ampla, geral e irrestrita, porque alguns setores de dentro do parlamento não queria que certas pessoas voltassem do exílio porque os atrapalhariam em seus projetos políticos. Lei da Anistia, vamos respeitar para todo mundo, ponto final, não toca mais no assunto.”

Questionado se determinar uma comemoração pela data não seria voltar ao assunto, segundo o G1, Bolsonaro destacou:

“Não foi comemorar. Rememorar, rever, ver o que está errado, o que está certo. E usar isso para o bem do Brasil no futuro.”

PUBLICIDADE

TÓPICOS
COMPARTILHE
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram

Comentários_

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião da RenovaMídia.

Ao comentar você concorda com nossos termos de uso e política de privacidade.

Assinar
Notificar quando
guest
0 Comentários
Feedbacks em linha
Ver todos os comentários

PUBLICIDADE