Português   English   Español

Bolsonaro diz que fará discurso por ‘pacificação’ e ‘união’

Bolsonaro diz que fará discurso por ‘pacificação’ e ‘união’

O candidato do PSL à Presidência da República, Jair Bolsonaro, 63 anos, disse que se vencer a disputa pelo Planalto neste fim de semana fará um discurso com tom de “pacificação, união”.

O site Poder360 falou com o capitão do Exército rapidamente na tarde desta sexta-feira (26), por telefone, quando o candidato estava em sua casa, num condomínio na Barra da Tijuca, no Rio de Janeiro.

A ideia de Bolsonaro, caso eleito, é começar a designar nomes para sua equipe já na semana que vem. Mas o time ficaria completo só em dezembro.

No caso do comando do Banco Central, é possível que tudo se resolva na semana que vem. No máximo, na seguinte. Bolsonaro não fala nomes. O atual presidente do BC, Ilan Goldfajn, é cogitado.

A todos os seus interlocutores o candidato do PSL faz questão de empoderar seu possível ministro da Casa Civil. Sobre a equipe da economia, diz:

Vou conversar com o Paulo Guedes [assessor econômico] e quem depois vai bater o martelo é o Onyx, que será o coordenador de tudo.

Onyx Lorenzoni, 64 anos, deputado federal reeleito pelo DEM do Rio Grande do Sul, é um dos principais aliados de Bolsonaro.

Questionado sobre qual seria sua mensagem no seu discurso caso seja eleito no domingo (28), Jair Bolsonaro (PSL) respondeu:

Minha mensagem sintética será de pacificação, união, e vamos em frente porque temos tudo para ser uma grande nação. Ninguém tem o que nós temos. E precisamos ter um líder que nos leve pelo exemplo.

 

Adaptado da fonte Poder360

Deixe seu comentário

Veja também...