- PUBLICIDADE -

Bolsonaro diz que Mandetta ‘em algum momento extrapolou’

Imagem: Reprodução/Twitter
- PUBLICIDADE -

Bolsonaro disse que o clima de histeria contaminou muitos no Ministério da Saúde.

O presidente da República, Jair Bolsonaro, deixou claro, nesta quinta-feira (2), que sua relação com Henrique Mandetta, ministro da Saúde, está desgastada.

Em entrevista à rádio Jovem Pan, Bolsonaro declarou:

“O Mandetta já sabe que a gente está se bicando há algum tempo. Eu não pretendo demiti-lo no meio da guerra. Agora, ele em algum momento extrapolou. Ele sabe que tem uma hierarquia entre nós. ”

“Nenhum ministro meu é indemissível”, acrescentou Bolsonaro, enfatizando que não está ameaçando o ministro, mas avisou que outros cinco “já foram embora”.

Em seguida, Bolsonaro afirmou que Mandetta “teria que ouvir um pouco mais o presidente da República”:

“Ele diz que tem responsabilidade. Já disse isso. Mas ele cuida da Saúde, o Paulo Guedes cuida da Economia. E eu entro no meio para que não haja atrito.”

O chefe do Executivo acrescentou:

“Não tenho nenhum problema com o Paulo Guedes, mas o Mandetta quer fazer valer muito a vontade dele. Pode ser que ele esteja certo, mas tá faltando um pouco mais de humildade para ele conduzir o Brasil nesse momento difícil que nós nos encontramos.”

Em mensagem direta a Mandetta, Bolsonaro completou:

“Boa sorte ao Mandetta. Espero que o Mandetta prossiga na sua missão. Um pouco mais de humildade, que a gente vence esse mar revolto aqui. E, todos juntos, se Deus quiser, vamos lá na frente, olhar para trás, e falar que fizemos o bom combate, fizemos o melhor para o Brasil.”

PUBLICIDADE
- PUBLICIDADE -

TÓPICOS

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
- PUBLICIDADE -
- PUBLICIDADE -
- PUBLICIDADE -