Português   English   Español

Bolsonaro diz que ministra da Agricultura tem sua confiança

Bolsonaro falou neste domingo (18) sobre uma denúncia envolvendo o nome da futura ministra da Agricultura.

O presidente eleito Jair Bolsonaro disse neste domingo (18) que a futura ministra da Agricultura, a deputada federal Tereza Cristina (DEM-MS), “goza de toda a confiança” de sua equipe.

Confirmada há 11 dias para assumir o ministério no futuro governo, a parlamentar teve o nome citado na imprensa por suposto acordo firmado com a JBS. Uma das maiores indústrias de alimentos do mundo, a empresa teve o nome envolvido em esquemas de corrupção.

Ao deixar um evento esportivo no Rio de Janeiro, depois de acompanhar as finais de um campeonato de Jiu-Jítsu, Bolsonaro falou sobre o assunto:

Eu também sou réu no Supremo. Tenho que renunciar? Ela já foi julgada? É apenas um processo representado, [assim] como já fui representado umas 30 vezes na Câmara e não colou nenhuma.

Em seguida, o presidente acrescentou:

Sou um ser humano e posso errar. Se algum ministro tiver uma acusação grave comprovada a gente toma uma providência. No momento ela goza de toda a nossa confiança.

 

Denúncia contra Tereza Cristina

A futura ministra da Agricultura é citada por delatores da JBS em acordo firmado no ano passado sobre incentivos fiscais do governo do Mato Grosso do Sul.

Segundo a reportagem da Folha de S. Paulo, os delatores entregaram à Justiça documentos com a assinatura da parlamentar no período em que ocupava o cargo de secretária estadual de Desenvolvimento Agrário e Produção do Mato Grosso do Sul.

“Tereza Cristina arrendou terras ao grupo dos irmãos Batista enquanto comandava secretaria estadual”, diz a matéria da Folha ao conectar a deputada Tereza Cristina com os irmãos Joesley e Wesley Batista.

Joesley e Wesley Batista, maiores acionistas da JBS

Adaptado da fonte EBC

Deixe seu comentário...

Veja também...

Newsletter Renova!

Preencha o formulário para assinar nossa newsletter.

Nome Email
newsletter