- PUBLICIDADE -

Bolsonaro diz que ninguém corta recursos da Educação ‘por maldade’

Bolsonaro diz que ninguém corta recursos da Educação ‘por maldade’
- PUBLICIDADE -

“Estamos pegando dinheiro de uma área e colocando para outra”, diz Bolsonaro sobre recursos da educação.

O presidente da República, Jair Bolsonaro, disse nesta quarta-feira (8) que não cortou recursos da educação “por maldade”.

Bolsonaro justificou o contingenciamento de 30% nas instituições federais por dificuldades financeiras do governo:

Em videoconferência com crianças de comunidade quilombola, Bolsonaro declarou:

“Ninguém vai cortar recursos da educação por maldade. Herdamos uma dívida muito grande de outros governos. O Brasil está em situação difícil quando se fala em economia, em dinheiro.”

Bolsonaro respondeu a um aluno que o perguntou, orientado por professores, se investiria mais recursos na educação.

Inicialmente, Bolsonaro disse que “ninguém cortou 30% da educação”, mas foi alertado pelo ministro da área, Abraham Weintraub, de que houve um contingenciamento no MEC.

O chefe do Executivo, então, afirmou que, na linguagem popular, “contingenciamento é corte”:

“É que não temos como pagar as dívidas que o Brasil tem, por isso esse contingenciamento.”

Segundo o Estadão, Bolsonaro também voltou a dizer que a propriedade da sua gestão é o ensino básico:

“Estamos pegando dinheiro de uma área e colocando para outra.”

PUBLICIDADE
- PUBLICIDADE -

TÓPICOS

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
- PUBLICIDADE -
- PUBLICIDADE -
- PUBLICIDADE -