- PUBLICIDADE -

Bolsonaro diz que ‘ninguém interfere’ nas Forças Armadas

Jair Bolsonaro descarta volta de imposto sindical
Imagem: Isac Nóbrega/PR
- PUBLICIDADE -

“A punição, pessoal, existe, nas Forças Armadas. Ninguém interfere”, diz Bolsonaro.

O presidente da República, Jair Bolsonaro, comentou, nesta quinta-feira (3), sobre a disciplina militar, sem mencionar a decisão do Exército Brasileiro acerca do general e ex-ministro da Saúde, Eduardo Pazuello.

Ontem, em nota, o Exército anunciou que não punirá Pazuello por ter participado no último dia 23 de um ato no Rio de Janeiro ao lado de Bolsonaro. 

O Regulamento Disciplinar do Exército e o Estatuto das Forças Armadas proíbem a participação de militares da ativa em manifestações políticas.

Em uma transmissão ao vivo pelas redes sociais, Bolsonaro comentou:

“A punição, pessoal, existe, nas Forças Armadas. Ninguém interfere. A decisão ali é do chefe imediato dele ou do comandante da unidade, e a disciplina só existe porque realmente o nosso código disciplinar é bastante rígido.”

Ainda segundo a nota do Exército, não ficou “caracterizada a prática de transgressão disciplinar” por parte de Pazuello durante a participação na manifestação. 

Dessa forma, o processo disciplinar aberto pelo braço das Forças Armadas para apurar o caso foi arquivado.

PUBLICIDADE
- PUBLICIDADE -

TÓPICOS

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
- PUBLICIDADE -
- PUBLICIDADE -
- PUBLICIDADE -