Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch
Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch
- PUBLICIDADE -

Bolsonaro diz que povo decidiu pela compra de armas e munições

Tarciso Morais

Tarciso Morais

Bolsonaro diz que povo decidiu pela compra de armas e munições
COMPARTILHE

“Não acredito que o Parlamento vá derrotar o povo”, disse Bolsonaro sobre decreto das armas.

O presidente da República, Jair Bolsonaro, defendeu a legalidade do decreto das armas, dizendo acreditar que o Congresso Nacional não “vá derrotar o povo”.

Durante transmissão ao vivo pela rede social Facebook, nesta quinta-feira (13), Bolsonaro declarou:

“A derrota não é minha. Eu não acredito que o Parlamento vá derrotar o povo. Eles [os brasileiros] decidiram em 2005 pelo direito de comprar armas e munições. E eu não fui além do que está previsto na lei do Estatuto do Desarmamento, apenas botamos limites ali, porque muita coisa está em aberto e a legislação nos dá esse direito, via decreto, de adequar a lei na sua plenitude.”

Na quarta-feira (12), a Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) do Senado aprovou sete projetos de decreto legislativo que derrubam a flexibilização do porte de armas.

A suspensão completa do decreto de Bolsonaro será julgada no Plenário da Casa na próxima terça-feira, dia 18 de junho.

- PUBLICIDADE -
Error: Embedded data could not be displayed.
TÓPICOS
COMPARTILHE
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no telegram
Compartilhar no reddit
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no email
VEJA TAMBÉM
Error: Embedded data could not be displayed.