Português   English   Español
Português   English   Español

Bolsonaro diz que Witzel quer incriminá-lo

Bolsonaro diz que Witzel quer incriminá-lo
Tarciso Morais
Tarciso Morais
Fundador e editor-chefe da RENOVA Mídia.

Bolsonaro disse que Witzel tenta “manchar o meu nome com essa falsa acusação” sobre o caso Marielle.

O presidente da República, Jair Bolsonaro, afirmou, nesta quarta-feira (30), que Wilson Witzel, governador do Rio de Janeiro, contou a ele com antecedência sobre o depoimento do porteiro do Condomínio Vivendas acerca das investigações sobre a morte da vereadora Marielle Franco (PSOL) e do motorista Anderson Gomes.

Ainda na noite de terça-feira (29), horas após a controversa reportagem exibida na TV Globo, Bolsonaro culpou Witzel por repassar as informações à imprensa, o que o governador nega.

Em entrevista a jornalistas em Ríade, capital da Arábia Saudita, na manhã desta quarta-feira (30), Bolsonaro disse que o governador do Rio já havia lhe contado sobre o depoimento do porteiro há 21 dias.

Bolsonaro declarou:

“Deixar bem claro também: dia 9 de outubro, às 21h, eu estava no Clube Naval no Rio de Janeiro. Chegou o governador Witzel e chegou perto de mim e falou o seguinte: ‘o processo está no Supremo’. Eu falei: ‘que processo?’ ‘O processo da Marielle.’ ‘Que que eu tenho a ver com a Marielle?’ ‘O porteiro citou teu nome.’ Quer dizer: Witzel sabia do processo que estava em segredo de Justiça. Comentou comigo.”

E acrescentou:

“Vem de encontro aqui o que fala o Robson Bonin, do Radar da ‘Veja’. No meu entendimento, o senhor Witzel estava conduzindo o processo com o delegado da Polícia Civil pra tentar me incriminar ou pelo menos manchar o meu nome com essa falsa acusação, que eu poderia estar envolvido na morte da senhora Marielle.”

Compartilhe...

Share on whatsapp
Share on pinterest
Share on telegram
Share on reddit
Share on linkedin
Share on email

Deixe seu comentário...

A RENOVA Mídia não se responsabiliza pelo conteúdo, opiniões e comentários dos visitantes do site. NÃO publique ofensas, discordar não é ofender. Caso encontre algum material com ofensas, denuncie. Lembre-se que ao comentar em nosso portal você concorda com estes Termos de Uso.

Veja também...