PUBLICIDADE. ANUNCIE AQUI!

Bolsonaro é a favor de liberar 20 minutos da reunião ministerial

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
Compartilhar no email
PUBLICIDADE. ANUNCIE AQUI!

“Eu decido liberar até 20 minutos. O restante não, porque tem questão de segurança nacional”, diz Bolsonaro.

O presidente da República, Jair Bolsonaro, afirmou, nesta quinta-feira (14), que espera que o ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Celso de Mello, retire o sigilo de cerca de 20 minutos do vídeo da reunião ministerial de 22 de abril.

Em sua tradicional live, o chefe do Executivo confirmou que a Advocacia-Geral da União (AGU) apresentará parecer favorável à liberação de trecho do vídeo ao STF:

“Amanhã, o AGU vai peticionar dizendo o seguinte: são dois trechos de 30 segundos que interessam ao processo.” 

Bolsonaro, no entanto, disse ser a favor da liberação de 20 minutos do vídeo:

“Mas eu decido liberar até 20 minutos. O restante não, porque tem questão de segurança nacional […] Se Deus quiser, espero que Celso de Mello decida logo isso aí, libere os 20 minutos.”

Bolsonaro voltou a dizer que aqueles que acreditavam que o vídeo da reunião era desastroso irão “se ferrar”:

“Vocês vão cair do cavalo, literalmente. Não é uma reunião gravada por força de lei. Tem palavrão no meio? Tem. É o meu jeito de ser. Entendam que é uma reunião reservada. Vão ver lá que não existem as palavras Polícia Federal, superintendência. Tem segurança, sempre me preocupei com a segurança dos meus familiares.”

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE. ANUNCIE AQUI!

TÓPICOS

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
Compartilhar no email
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE. ANUNCIE AQUI!
PUBLICIDADE. ANUNCIE AQUI!

Encontrou um erro?

Para comunicar um erro de português, de informação ou técnico, preencha o formulário abaixo.