Português   English   Español
Português   English   Español

Bolsonaro e Trump debatem ações contra aliados da Venezuela

Tarciso Morais
Tarciso Morais
Fundador e editor-chefe da RENOVA Mídia
Bolsonaro e Trump debatem ações contra aliados da Venezuela

O porta-voz do Brasil afirmou que os líderes citaram Cuba como exemplo de nação aliada ao regime de Maduro.

Um dos principais temas da reunião bilateral entre o presidente da República, Jair Bolsonaro, e o seu homólogo norte-americano, Donald Trump, nesta sexta-feira (28), foi a crise na Venezuela e as maneiras de asfixiar a ditadura de Nicolás Maduro financeiramente.

Segundo o porta-voz da Presidência, general Otávio Rêgo Barros, os dois líderes chegaram a debater possibilidades de pressão contra países que financiam o regime Maduro e citaram especificamente Cuba como exemplo.

Segundo o site UOL, Rêgo Barros declarou:

“Num conceito mais amplo, que é de se imaginar que, por meio da pressão econômica, nós vamos conseguir viabilizar a democracia na Venezuela, poderá, eventualmente, ser analisada alguma ação para que haja a desidratação do suporte de atores que possam introduzir algum suporte econômico na Venezuela.”

Questionado por jornalistas sobre se foram discutidas possibilidades de sanção à Cuba, o porta-voz respondeu:

“Obviamente que dentro daqueles que são aliados da Venezuela não podemos fugir de identificar Cuba como um dos apoiadores.”

Segundo o porta-voz da Presidência, o governo do Brasil acredita na “necessidade de encontrar uma solução” para a Venezuela.

“E essa necessidade passa, dentre outros aspectos, pelo aspecto econômico, com a desidratação das fontes financeiras da Venezuela”, acrescentou Rêgo Barros.

Bolsonaro e Trump conversaram nesta sexta durante a cúpula do G20, na cidade de Osaka, no Japão. O presidente norte-americano falou sobre uma possível visita ao Brasil num futuro próximo.

Compartilhe...

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no telegram
Compartilhar no reddit
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no email

CANAL TELEGRAM

Acompanhe todas as notícias através do nosso canal no Telegram.

Deixe seu comentário...

A RENOVA Mídia não se responsabiliza pelo conteúdo, opiniões e comentários dos visitantes do site. NÃO publique ofensas, discordar não é ofender. Caso encontre algum material com ofensas, denuncie. Lembre-se que ao comentar em nosso portal você concorda com estes Termos de Uso.

Veja também...