Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch
Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch

Bolsonaro envia militares para reforçar segurança contra PCC

Bolsonaro envia militares para reforçar segurança contra PCC
COMPARTILHE

O presidente Jair Bolsonaro assinou um decreto autorizando o uso das Forças Armadas no entorno de presídios federais de Rondônia e Rio Grande do Norte. Líderes do PCC estão sendo transferidos para lá.

O objetivo da medida é garantir a segurança dos presídios para onde irá parte de cúpula do Primeiro Comando da Capital (PCC).

O líder máximo do PCC, Marcos Willians Herbas Camacho, o Marcola, e outras 21 pessoas acusadas de terem ligação com a organização criminosa estão sendo transferidos na manhã desta quarta-feira (13) para presídios federais.

O Ministério da Justiça, comandado pelo ex-juiz Sergio Moro, afirmou que “o isolamento de lideranças é estratégia necessária para o enfrentamento e o desmantelamento de organizações criminosas”, segundo o UOL.

Em seu decreto, segundo o Estadão, o presidente Jair Bolsonaro afirmou:

“Fica autorizado o emprego das Forças Armadas para a Garantia da Lei e da Ordem, no período de 13 a 27 de fevereiro de 2019, no Estado do Rio Grande do Norte e no Estado de Rondônia, para a proteção do perímetro de segurança das penitenciárias federais em Mossoró e Porto Velho, em um raio de dez quilômetros.”

O decreto foi publicado no Diário Oficial da União, nesta quarta-feira (13). O documento é assinado pelo presidente da República, pelo ministro do gabinete de Segurança Institucional, general Augusto Heleno , pelo ministro da Defesa, Fernando Silva, e pelo ministro da Justiça.

PUBLICIDADE

TÓPICOS
COMPARTILHE
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram

Comentários_

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião da RenovaMídia.

Ao comentar você concorda com nossos termos de uso e política de privacidade.

Assinar
Notificar quando
guest
0 Comentários
Feedbacks em linha
Ver todos os comentários