- PUBLICIDADE -

Bolsonaro enxerga Maduro como fantoche de Rússia e Cuba

Bolsonaro acredita que Maduro é fantoche de Rússia e Cuba
- PUBLICIDADE -

“Nós vamos até o limite do Itamaraty”, disse Bolsonaro sobre a atuação brasileira na crise do vizinho sula-americano.

O presidente da República, Jair Bolsonaro, disse que o Brasil vai atuar “até o limite do Itamaraty” para ajudar na crise da Venezuela.

Em entrevista por telefone à Folha, questionado sobre até aonde estaria disposto a ir para derrubar o regime de Nicolás Maduro, Bolsonaro declarou:

“Nós vamos até o limite do Itamaraty. Sem partir para as vias de fato, vamos fazer de tudo para restabelecer a democracia na Venezuela.”

Ainda na entrevista, Bolsonaro declarou que o Brasil recebe informes de Caracas, destacando o desgaste que o presidente interno, Juan Guaidó, pode aplicar contra Maduro.

Neste sentido, Bolsonaro observou que a “fissura” na base dos militares pode alcançar o alto escalão das Forças Armadas da Venezuela, que por ora, seguem fiéis a Maduro.

Para o brasileiro, Maduro não tem autonomia e está sob o comando de generais, cubanos e russos, informa o Valor Econômico.

PUBLICIDADE
- PUBLICIDADE -

TÓPICOS

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
- PUBLICIDADE -
- PUBLICIDADE -
- PUBLICIDADE -