Bolsonaro estuda reformulação da Ancine ao invés da extinção

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
Compartilhar no email

“Tem a questão do audiovisual que emprega muita gente, tem de ver por esse lado”, disse Bolsonaro.

O presidente da República, Jair Bolsonaro, afirmou, nesta sexta-feira (2), que está estudando a possibilidade de uma reformulação na Agência Nacional do Cinema (Ancine).

Em julho, o chefe do Executivo demonstrou o desejo de extinguir a agência por não concordar que muitos dos filmes fossem produzidos com dinheiro público.

Entretanto, na manhã desta sexta, na saída do Palácio do Planalto, o presidente Bolsonaro admitiu a possibilidade de recuo:

“Se recuar, recuo. Quantas vezes vocês falam que eu recuei? Tem a questão do audiovisual que emprega muita gente, tem de ver por esse lado.”

De acordo com Bolsonaro, o ministro da Cidadania, Osmar Terra, já enviou um rascunho de como ficaria o órgão caso fosse reformulado.

“Uma versão parecida com o dinheiro da lei Rouanet”, explicou Bolsonaro, segundo a rádio Jovem Pan.

TÓPICOS

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
Compartilhar no email

Newsletter

Receba as principais notícias do dia, assine nossa newsletter gratuita.