Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch
Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch
- PUBLICIDADE -

Bolsonaro evita jornalistas após falta de cobertura do caso Merval

Tarciso Morais

Tarciso Morais

Bolsonaro evita jornalistas após falta de cobertura do caso Merval
COMPARTILHE

“Não sei porque, mas quando é com o colega de vocês, não sai nada”, disse Bolsonaro a jornalistas.

O presidente da República, Jair Bolsonaro, cumpriu a promessa que fez no último sábado, dia 24 de agosto, quando afirmou que não falaria com a imprensa caso os jornais não fizessem matérias sobre a quantia recebida pelo jornalista Merval Pereira, da Rede Globo, para palestras no Senac do Rio de Janeiro.

Segundo informações publicadas há quase dois anos pelo site Intercept, uma auditoria nas despesas do Senac-RJ com publicidade e palestras em 2016 apontaram despesas com 15 palestras feitas pelo jornalista Merval no valor total de R$ 375 mil.

Após o silêncio da imprensa durante o final de semana, o chefe do Executivo cumpriu o prometido e não deu entrevistas na manhã desta segunda-feira (26) aos jornalistas em frente ao Palácio da Alvorada, em Brasília.

Na ocasião, Bolsonaro explicou a decisão:

“Como ninguém publicou nada sobre o Merval Pereira, eu falei que não ia dar entrevista, então não vou dar entrevista. Não sei porque, mas quando é com o colega de vocês, não sai nada.”

O presidente ainda citou outros jornalistas que supostamente teriam recebido por palestras. Entre eles, citou Cristiana Lôbo, Samy Dana, Giuliana Morrone e Pedro Doria, todos do Grupo Globo:

“Não sei porque, por coincidência, é o pessoal que mais desce o pau em mim. Quando estavam ganhando esse dinheiro aqui, não criticavam com a devida justiça os governos anteriores. Ou seja, colunistas importantes, que fazem opinião pública, recebem dinheiro público para desinforma.”

Segundo o site UOL, antes de pedir desculpas e se retirar sem responder perguntas, Bolsonaro acrescentou:

“Eu teria muita coisa para falar para vocês. Passei o fim de semana aqui que eu trabalhei 24 horas por dia, conversei com vários líderes de países, pessoas excepcionais que querem colaborar com o Brasil. Não conversei com aqueles outros, que querem continuar atropelando. Mas se eu falar aqui, vai estar completamente deturpado amanhã.”

- PUBLICIDADE -
TÓPICOS
COMPARTILHE
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no telegram
Compartilhar no reddit
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no email
VEJA TAMBÉM