- PUBLICIDADE -

Bolsonaro explica elevação nos gastos com cartões corporativos

Bolsonaro se solidariza com famílias das vítimas do coronavírus

- PUBLICIDADE -

“Teve quatro aviões para China para buscar gente lá. Daí gastou mesmo”, diz Bolsonaro.

O presidente da República, Jair Bolsonaro, comentou, neste domingo (10), sobre reportagens recentes apontando elevação nos gastos com cartões corporativos da Presidência. 

Em interação com apoiadores em Brasília, ao retornar ao Palácio da Alvorada, mesmo sem ser questionado, Bolsonaro disse que as despesas subiram porque teve de enviar aviões à China para repatriação de brasileiros que estavam isolados em Wuhan, em razão da pandemia de coronavírus

“Teve quatro aviões para China para buscar gente lá. Daí gastou mesmo”, disse o presidente. Confira no vídeo.

Em nota, o Palácio do Planalto explica que houve um aumento nos gastos totais pois os cartões vinculados ao Gabinete da Segurança Institucional (GSI) foram utilizados para o pagamento dos “serviços de apoio de solo e comissaria aérea na viagem para a China, realizada em fevereiro de 2020, para o resgate de 34 brasileiros isolados em Wuhan, em razão do surto epidemiológico inicial da Covid-19”.

O governo acrescentou que a maior parcela de gastos efetuados com os cartões corporativos do governo federal foi realizada em apoio às viagens presidenciais em território nacional e viagens internacionais. 

Neste ano, Bolsonaro esteve na Índia em janeiro, participou da posse da presidente do Uruguai, no início de março e, no mesmo mês, viajou aos Estados Unidos com uma comitiva de 31 pessoas.

PUBLICIDADE

- PUBLICIDADE -

TÓPICOS
COMPARTILHE
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit

- PUBLICIDADE -

- PUBLICIDADE -

- PUBLICIDADE -