- PUBLICIDADE -

Bolsonaro ironiza suposta ligação de Alckmin com a Odebrecht

- PUBLICIDADE -

A quinta-feira (16) marcou o primeiro dia oficial de campanha das eleições de 2018.

Logo pela manhã, uma declaração do ex-presidente Fernando Henrique Cardoso causou fervor nas redes sociais. O tucano levantou a possibilidade de uma aliança entre PT e PSDB para conter o candidato do PSL, Jair Bolsonaro, num possível segundo turno da corrida presidencial.

Depois de uma intensa repercussão negativa, o candidato do PSDB ao Planalto, Geraldo Alckmin, tentou sair pela tangente, negando aliança com os petistas e aproveitando para alfinetar Bolsonaro.

Como de costume, Jair Bolsonaro, que lidera as pesquisas de intenção de voto para presidente, não demorou muito a replicar o tuíte de Alckmin.

Fazendo uma referência velada às investigações de suposto caixa dois com repasses da Odebrecht na campanha do tucano ao governo de São Paulo em 2010 e 2014, Bolsonaro ironizou: “não sou empreiteiro!”

Geraldo Alckmin pode ser alvo de duas ações do MP-SP ainda antes do 1º turno da eleição. Segundo delação de um executivo da empreiteira Odebrecht, o candidato do PSDB recebeu caixa dois de R$ 2 milhões na campanha de 2010 e R$ 8,3 milhões em 2014.

PUBLICIDADE
- PUBLICIDADE -

TÓPICOS

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
- PUBLICIDADE -
- PUBLICIDADE -
- PUBLICIDADE -