Bolsonaro levará propostas de negócios militares a países árabes

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
Compartilhar no email

Brasil já foi um grande ator no mercado de armas do Oriente Médio. Bolsonaro quer recuperar esse posto.

O presidente da República, Jair Bolsonaro, levará propostas de negócios militares a países do Oriente Médio durante um giro que começa neste sábado (26).

A estrela do pacote do governo brasileiro é o avião de transporte multimissão KC-390, da empresa Embraer.

A primeira parada de Bolsonaro é nos Emirados Árabes Unidos. O pequeno e riquíssimo país árabe é um exemplo do tipo de cliente que a Embraer tem em mente para vender sua aeronave.

Outro país árabe a ser visitado pelo chefe do Executivo não é um cliente óbvio. Trata-se do Qatar. Mas existe a possibilidade de negócios serem fechados durante a passagem de Bolsonaro.

É na última escala de Bolsonaro que está a mina de ouro regional: a Arábia Saudita. A monarquia é dona do terceiro maior orçamento militar do mundo em 2018 em termos nominais: US$ 82,9 bilhões, informa o jornal Folha de S.Paulo.

O KC-390 já foi citado por Bolsonaro durante sua visita ao Japão. Durante a viagem, ele disse que encontrou-se com o presidente da Ucrânia, Volodimir Zelenski, e que foi aventada a venda do modelo para o país europeu.

Bolsonaro também confirmou que Kiev tem interesse em outro produto de exportação importante da Embraer, o avião de ataque leve e treinamento Super Tucano.

TÓPICOS

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
Compartilhar no email

Newsletter

Receba as principais notícias do dia, assine nossa newsletter gratuita.