Português   English   Español

Bolsonaro diz que PT criou Mais Médicos para financiar Cuba

Bolsonaro utilizou as redes sociais para comentar as últimas notícias sobre a saída de Cuba do Mais Médicos.

O presidente eleito Jair Bolsonaro falou na tarde desta terça-feira (27) sobre os últimos acontecimentos no imbróglio envolvendo a saída de Cuba do programa Mais Médicos.

Através do seu perfil oficial no Twitter, o futuro chefe de Estado acusou a ditadura cubana de tomar uma decisão irresponsável ao abandonar o Mais Médicos ao “não aceitar dar liberdade e salário integral aos seus cidadãos”.

Bolsonaro também celebrou que quase 100% das vagas deixadas pelos médicos cubanos já foram preenchidas por profissionais brasileiros.

“Está claro que o acordo do PT era pretexto para financiar a ditadura membro do foro de São Paulo”, acrescentou o presidente eleito.

Em tuíte seguinte, Bolsonaro mencionou outros acordos suspeitos e prometeu que a soberania do Brasil não dará lugar a uma “verdadeira submissão ideológica”.

Deixe seu comentário...

Veja também...

Newsletter Renova!

Preencha o formulário para assinar nossa newsletter.

Nome Email
newsletter