- PUBLICIDADE -

‘Bolsonaro não é vilão’, alerta cientista político

'Bolsonaro não é vilão', alerta cientista político
- PUBLICIDADE -

O cientista político Jorge Zaverucha, professor titular da Universidade Federal de Pernambuco, tem uma posição rara entre seus pares acadêmicos em relação ao cenário eleitoral.

Zaverucha não apenas se opõe ao discurso de que Jair Bolsonaro (PSL) é uma ameaça à democracia brasileira, senso comum propagado pela esquerda, como também não descarta votar nele.

Para o professor, muitos eleitores deverão seguir pelo mesmo rumo, principalmente após após o atentado sofrido pelo capitão reformado no dia 6 de setembro, em Juiz de Fora, no estado de Minas Gerais.

Doutor em ciência política pela Universidade de Chicago (EUA) e autor de livros a respeito da relação entre democracia, autoritarismo e as Forças Armadas, Jorge Zaverucha não vê diferenças significativas entre Bolsonaro e os demais candidatos e acredita que um eventual dele seguiria as regras do jogo.

Em entrevista à Gazeta do Povo, o professor foi questionado se via “alguma espécie de ameaça em Bolsonaro, como tantos dizem?”. Ele respondeu:

Não vejo muita diferença dele para os demais. A nossa democracia vem sendo avacalhada dia a dia. Se ela não fosse avacalhada, não existiria Bolsonaro. Uma das razões de existir Bolsonaro é essa bagunça. Quem provocou isso não foram os autoritários, mas os ditos democratas. O PT apoia Maduro e Ortega. Isso não é ameaça à democracia não? Isso não é ameaça maior que Bolsonaro, não?

PUBLICIDADE
- PUBLICIDADE -

TÓPICOS

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
- PUBLICIDADE -
- PUBLICIDADE -
- PUBLICIDADE -