Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch
Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch
- PUBLICIDADE -

Bolsonaro não vê decisão de Trump como retaliação ao Brasil

Tarciso Morais

Tarciso Morais

Bolsonaro não vê decisão de Trump como retaliação ao Brasil
Imagem: Reprodução/Twitter
COMPARTILHE

Presidente do Brasil não vê como retaliação decisão de Trump de retomar tarifas de aço e alumínio.

O presidente da República, Jair Bolsonaro, afirmou, nesta segunda-feira (2), que não enxerga a retomada de tarifas dos Estados Unidos sobre importações de aço e alumínio do Brasil como uma retaliação.

Em entrevista à rádio Itatiaia, Bolsonaro declarou:

“Primeiro, é munição para o pessoal opositor meu aqui no Brasil. Vou conversar com o Paulo Guedes hoje ainda. Se for o caso, vou ligar para o presidente Donald Trump.”

O chefe do Executivo reiterou que, se for necessário, vai ligar para o presidente norte-americano, Donald Trump;

“Não vejo isso como retaliação. Vou conversar com ele para ver se não nos penaliza com a sobretaxa no preço do alumínio. A ligação dele, no Twitter dele, é a questão das commodities, a nossa economia basicamente vem das commodities, é o que nós temos. Espero que tenha o entendimento dele, que não nos penalize no tocante a isso, e tenho quase certeza de que ele vai nos atender.”

Mais cedo, ao deixar o Palácio da Alvora, Bolsonaro já havia dito que poderia conversar com o presidente dos EUA a respeito da decisão.

“Se for o caso, ligo pro Trump, eu tenho um canal aberto com ele”, disse ele, como noticiou a RENOVA.

Trump anunciou na manhã desta segunda-feira, no Twitter, que vai retomar imediatamente tarifas norte-americanas sobre importações de aço e alumínio do Brasil e da Argentina.

- PUBLICIDADE -
Error: Embedded data could not be displayed.
TÓPICOS
COMPARTILHE
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no telegram
Compartilhar no reddit
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no email
VEJA TAMBÉM
Error: Embedded data could not be displayed.