- PUBLICIDADE -

Bolsonaro nega interferência no comando da Seleção Brasileira

Brasil buscará neutralidade de carbono até 2050, diz Bolsonaro
Foto: MARCOS CORRÊA/PR
- PUBLICIDADE -

“Estou fora dessa”, diz Bolsonaro.

O presidente da República, Jair Bolsonaro, negou, nesta segunda-feira (7), que interferiu de alguma forma no comando da Seleção Brasileira.

Em conversa com apoiadores no Palácio da Alvorada, Bolsonaro disse que não fez pressão para a saída do técnico Tite:

“A minha participação na Copa América é abrir o Brasil para que ela fosse realizada aqui.”

O chefe do Executivo acrescentou:

“Já tem quatros Estados acertados, tudo certinho. No tocante a jogador, técnico, estou fora dessa. Não tenho nada a ver com isso aí.”

No fim de semana, um jornalista do SporTV informou que o então presidente da Confederação Brasileira de Futebol (CBF), Rogério Caboclo, havia prometido a Bolsonaro que Tite deixaria o comando da equipe após o jogo de amanhã, terça-feira (8), contra o Paraguai, pelas Eliminatórias Sul-Americanas para a Copa do Mundo de 2022, no Catar.

PUBLICIDADE
- PUBLICIDADE -

TÓPICOS

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
- PUBLICIDADE -
- PUBLICIDADE -
- PUBLICIDADE -