Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch
Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch

Bolsonaro nomeia militares para comitê de combate à tortura

Bolsonaro nomeia militares para comitê de combate à tortura
COMPARTILHE

O comitê é composto por 23 integrantes, conforme definido na lei de 2013 que o criou.

O presidente da República, Jair Bolsonaro, nomeou dois militares para o Comitê Nacional de Prevenção e Combate à Tortura (CNPCT).  

O primeiro é o coronel da reserva Valdir Campoi Junior

Campoi Junior é um instrutor de tiros que trabalha na Secretaria-Geral da Presidência na formulação de decretos para flexibilização do porte de armas.  

O segundo nome é do capitão de corveta Eduardo Miranda Freire de Melo.  

Freire de Melo é um intendente da Marinha que atualmente está lotado no Ministério da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos. 

O comitê em questão tem entre outras missões estabelecer banco de dados sobre informações relacionadas ao combate à tortura, acompanhar providências legais em casos concretos ocorridos em delegacias, penitenciárias, asilos e hospitais psiquiátricos. 

PUBLICIDADE

TÓPICOS
COMPARTILHE
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram

Comentários_

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião da RenovaMídia.

Ao comentar você concorda com nossos termos de uso e política de privacidade.

Assinar
Notificar quando
guest
1 Comentário
Feedbacks em linha
Ver todos os comentários
LUCIANO DALPONTE
LUCIANO DALPONTE
4 dias atrás

TÁ MUITO MELHOR DO QUE ANTES, QUANDO NOMEAVAM ASSASSINOS E SEQUESTRADORES PARA ESSES COMITÊS!