Bolsonaro pagará benefício a esportistas cortados por Temer

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
Compartilhar no email

O Bolsa Atleta, assim com outros projetos de lei assinados pelo presidente, terá de ser apreciado pelo Poder Legislativo.

O presidente da República, Jair Bolsonaro, assinou, nesta quinta-feira (11), em cerimônia no Palácio do Planalto, 18 atos para celebrar a marca dos 100 dias de seu governo.

Entre os documentos assinados por Bolsonaro está o que contempla o pagamento do Bolsa Atleta aos esportistas que haviam sido cortados do programa nos últimos dias do governo Michel Temer (MDB).

3.142 atletas, que haviam perdido a bolsa, tiveram os seus nomes publicados no Diário Oficial da União (DOU) desta quinta-feira (11) e terão novamente o benefício. Com isso, o programa passa a ter 6.200 integrantes, informa a ISTOÉ.

Em 2018, o governo Temer reduziu o orçamento do programa de R$ 79,3 milhões para R$ 53,6 milhões, o que fez mais da metade dos atletas ficarem sem receber o recurso.

TÓPICOS

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
Compartilhar no email

Newsletter

Receba as principais notícias do dia, assine nossa newsletter gratuita.