Bolsonaro cada vez mais popular entre proprietários rurais

O pré-candidato do PSL à Presidência, Jair Bolsonaro, está atraindo apoio ao redor das áreas agrícolas do Brasil, onde o capitão da reserva do Exército pode garantir o financiamento necessário para sua tentativa de liderar país.

A liderança precoce de Jair Bolsonaro em pesquisas nacionais de opinião para a corrida presidencial de outubro tem sido menosprezada por muitos especialistas porque ele não tem a forte base partidária que é tradicionalmente necessária para vencer eleições no país de 209 milhões de habitantes.

No entanto, conforme o alerta dado por um cientista político da consultaria Eurasia, não é inteligente menosprezar o pré-candidato quando o nível de indignação da população com o atual sistema político brasileiro está tão intenso.

A postura dura de Bolsonaro, de 63 anos, em relação à criminalidade e seus planos para afrouxar o controle de armas como forma de conter as invasões de terras por grupos de extrema-esquerda está encontrando ressonância em proprietários de terras nas áreas rurais do Brasil.

De acordo com uma análise da Reuters Brasil:

Adesivos de carros que dizem “Bolsonaro Salve o Brasil” e “Somos todos Bolsonaro” são uma visão comum em caminhonetes em Campo Novo do Parecis, uma cidade no Mato Grosso, a potência agrícola do Brasil.

Nos Estados agrícolas da Região Centro-Oeste, que puxam a oitava maior economia do mundo, a liderança de Bolsonaro cresce para amplos 10 pontos percentuais, segundo o Datafolha.

Embora esses Estados sejam menos populosos do que as regiões litorâneas, eles abrigam poderosos proprietários de terras abastecidos de dinheiro das recentes safras recordes, cujas doações políticas podem ser essenciais para construir uma campanha nacional para Bolsonaro.

Tarciso Morais
Tarciso Morais
Fundador e editor-chefe da RENOVA Mídia