Português   English   Español

Bolsonaro só não disputa presidência “morto ou tirado na covardia”

O deputado federal Jair Bolsonaro afirmou em vídeo publicado na quarta-feira (10/01) que só abandona a disputa pela Presidência da República em 2018 se for morto ou tirado na covardia.

Bolsonaro declarou:

Só em duas situações eu posso não estar neste ano no debate presidencial: se me tirarem na covardia por um processo qualquer, na covardia, (…) ou se me matarem.

E completou:

Não to preocupado com isso. Se me matarem vão ter que me enterrar, vão arranjar outro Celso Daniel [ex-prefeito petista de Santo André (SP) que foi assassinado em 2002]. Nós temos que mudar o Brasil.

Bolsonaro também criticou os ataques recentes do jornal esquerdista Folha de S. Paulo e falou sobre a questão levantada sobre seu patrimônio.

Por exemplo, pegaram meu patrimônio [e disseram]: Ó, ele tem um apartamento em Brasília e recebe auxílio-moradia. Tenho sim […]. Que que eu posso fazer? Vender o apartamento, comprar aqui no Rio de Janeiro um outro imóvel e ir morar num apartamento mansão da Câmara, de 200 metros quadrados, alguns com hidromassagem, com tudo, com segurança, que eu não vou pagar. Não vou pagar IPTU, não vou pagar condomínio.

O pré-candidato à presidência pelo PSL completou:

Estão implicando em R$ 3.500, R$ 3.600 que eu recebo a título de auxílio-moradia, como se eu fosse um bandido.

 

Com informações de: (1)

Deixe seu comentário...

Veja também...

Newsletter Renova!

Preencha o formulário para assinar nossa newsletter.

Nome Email
newsletter