Português   English   Español

Bolsonaro quer contas aprovadas sem ressalvas no TSE

A defesa de Jair Bolsonaro se dispôs a devolver R$ 8,2 mil aos cofres públicos para sanar pequenas irregularidades encontradas por técnicos do TSE na prestação de contas da campanha.

O valor corresponde a doações feitas por pessoas que são concessionárias de serviços públicos — taxistas, por exemplo — ou de origem não identificada.

Em troca, a defesa quer a aprovação das contas sem ressalvas no Tribunal Superior Eleitoral.

Lacunas nas informações prestadas levaram a Procuradoria Geral da República a recomendar a aprovação com ressalvas, conforme noticiou a Renova Mídia.

Qualquer resultado no julgamento das contas no próximo dia 4 — aprovação parcial ou total, ou desaprovação — não impede a diplomação do presidente eleito, no dia 10, informa O Antagonista.

Deixe seu comentário...

Veja também...

Newsletter Renova!

Preencha o formulário para assinar nossa newsletter.

Nome Email
newsletter