Português  English  Español  Italiano  Français  Deutsch
Português  English  Español  Italiano  Français  Deutsch

Bolsonaro quer simplificar prestação de contas de igrejas

Tarciso Morais
Tarciso Morais
Fundador e editor-chefe da RENOVA Mídia
'Chega de taxar os outros', afirma Bolsonaro

As igrejas têm imunidade tributária no Brasil. Bolsonaro quer simplificar prestação de contas.

O presidente da República, Jair Bolsonaro, descartou a possibilidade de estabelecer taxas para igrejas e defendeu simplificar a prestação de contas de entidades religiosas.

A reforma tributária em discussão pelo governo sugere um tributo de ponta a ponta sobre quaisquer transações financeiras.

A ideia é que o imposto substitua a contribuição previdenciária sobre os salários, de modo que também fosse pago pelas igrejas, hoje isentas de tributação.

Em dia de encontro com integrantes da bancada evangélica, ao deixar o Palácio da Alvorada, nesta quarta-feira (7), Bolsonaro falou sobre o assunto:

“Tem uma dúvida muito grande da Constituição Federal quando fala de isenção de impostos. O assunto vem sendo discutido com vários setores. Essa que é a nossa intenção, discutir esse assunto.”

E, segundo o site Correio Braziliense, acrescentou:

“Se chegarmos a uma conclusão que tem amparo legal para você acabar com alguma taxa, então acaba. Agora, não queremos complicar. Não pode cada igreja ter um contador. Ninguém aguenta isso”

O chefe do Executivo afirmou que o assunto “vem sendo discutido com vários setores da sociedade”, e não apenas com os religiosos.

Questionado se quer facilitar a vida de pastores, ele afirmou que quer “fazer justiça para os pastores”.

Compartilhe

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no telegram
Compartilhar no reddit
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no email