Português  English  Español  Italiano  Français  Deutsch
Português  English  Español  Italiano  Français  Deutsch

Bolsonaro quer ‘transparência’ sobre ‘dinheiro público’ no PSL

Tarciso Morais
Tarciso Morais
Fundador e editor-chefe da RENOVA Mídia
Bolsonaro quer 'transparência' sobre 'dinheiro público' no PSL

“Não quero tomar partido de ninguém. Agora, transparência faz parte. O dinheiro é público”, afirmou Bolsonaro.

O presidente da República, Jair Bolsonaro, voltou a pedir, nesta quarta-feira (16), uma maior “transparência” na forma como o Partido Social Liberal (PSL) usa o “dinheiro público”.

Bolsonaro também negou que queira tomar o poder das mãos do dirigente nacional da sigla, deputado federal Luciano Bivar (PSL-PE).

Ao deixar o Palácio da Alvorada, em Brasília, Bolsonaro declarou:

“O partido tem que fazer a coisa que tem de ser feita. Normal, não tem de esconder nada. Não quero tomar partido de ninguém. Agora, transparência faz parte. O dinheiro é público.”

Questionado por jornalistas sobre sua relação com Bivar, o chefe do Executivo garantiu ainda que não guarda mágoa de ninguém:

“Não tenho mágoa com ninguém. Devo ao partido, sim, a minha eleição. […] Sei que havia outros partidos à disposição também, mas a briga não é essa. É por transparência, mostrar para onde está indo o dinheiro.”

Compartilhe

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no telegram
Compartilhar no reddit
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no email