Bolsonaro quer ‘verdadeira democracia’ na Venezuela

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
Compartilhar no email

Na manhã desta terça-feira (30), o presidente interino Juan Guaidó anunciou uma insurreição militar e popular na Venezuela contra o ditador Maduro.

O presidente da República, Jair Bolsonaro, utilizou a rede social Twitter para demonstrar solidariedade com o “povo venezuelano escravizado por um ditador apoiado pelo PT, PSOL e alinhados ideológicos”.

“Apoiamos a liberdade desta nação irmã para que finalmente vivam uma verdadeira democracia”, completou Bolsonaro em mensagem publicada no início da tarde desta terça-feira (30).

Nos próximos minutos, Bolsonaro, comandará uma reunião no Palácio do Planalto para discutir a insurreição militar na Venezuela.

O vice-presidente Hamilton Mourão, os ministros Fernando Azevedo e Silva (Defesa), Ernesto Araújo (Relações Exteriores) e Augusto Heleno (Gabinete de Segurança Institucional) participarão da audiência de emergência, que não estava prevista na agenda oficial do presidente

TÓPICOS

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
Compartilhar no email

Newsletter

Receba as principais notícias do dia, assine nossa newsletter gratuita.