PUBLICIDADE. ANUNCIE AQUI!

Bolsonaro queria ‘promover rebelião armada’, diz Moro

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
Compartilhar no email
PUBLICIDADE. ANUNCIE AQUI!

Moro diz que Bolsonaro queria “rebelião armada contra medidas sanitárias impostas por governadores e prefeitos”.

O ex-ministro Sérgio Moro afirmou, nesta segunda-feira (1), que o presidente da República, Jair Bolsonaro, queria “promover uma espécie de rebelião armada” em meio à pandemia de coronavírus.

A declaração de Moro acontece após Bolsonaro afirmar, em conversa¹ com apoiadores na manhã de hoje, que o ex-juiz “ignorou decretos meu e ignorou lei, para dificultar a posse e o porte de arma de fogo para cidadão de bem”.

Moro rebateu² da seguinte forma:

“Sobre políticas de flexibilização de posse e porte de armas, são medidas que podem ser legitimamente discutidas, mas não se pode pretender, como desejava o presidente, que sejam utilizadas para promover espécie de rebelião armada contra medidas sanitárias impostas por governadores e prefeitos, nem sendo igualmente recomendável que mecanismos de controle e rastreamento do uso dessas armas e munições sejam simplesmente revogados, já que há risco de desvio do armamento destinado à proteção do cidadão comum para beneficiar criminosos.”

O ex-ministro ainda classificou como “medida irresponsável” uma possível “revogação pura e simples desses mecanismos de controle”.

Moro completou³:

“Sobre a ofensa pessoal feita, meu entendimento segue de que quem utiliza desse recurso é porque não tem razão ou argumentos.”

Referências: [1][2][3]
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE. ANUNCIE AQUI!

TÓPICOS

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
Compartilhar no email
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE. ANUNCIE AQUI!
PUBLICIDADE. ANUNCIE AQUI!

Encontrou um erro?

Para comunicar um erro de português, de informação ou técnico, preencha o formulário abaixo.