Bolsonaro questiona motivação política em morte de mestre de capoeira

Português   English   Español
TARCISO MORAIS
TARCISO MORAIS
Fundador e editor-chefe da RENOVA Mídia

O candidato do PSL à Presidência, Jair Bolsonaro, questionou nesta quinta-feira (11) a versão de que a morte do mestre Moa do Katendê, 63 anos, tenha ocorrido por motivações políticas.

Através do seu perfil pessoal no Twitter, Jair Bolsonaro compartilhou um vídeo de uma entrevista na qual Paulo Sérgio Ferreira de Santana, suspeito de matar Katendê, afirma que a discussão não teve a ver com política, mas sim com futebol.

Junto com o vídeo, o presidenciável postou a expressão “imprensa lixo!”. Confira:

Um dos filhos de Bolsonaro, o vereador pelo Rio de Janeiro Carlos Bolsonaro (PSL), também criticou a grande mídia sobre a cobertura dos casos de violência.

Na noite desta quarta-feira (10), Bolsonaro deixou claro que não queria votos de eleitores que usarem de violência contra opositores, mas também destacou a existência de um movimento para tentar conectá-lo ao nazismo.

Apesar das críticas contra certo veículos da grande mídia, o candidato do PSL reforçou seu apreço pela liberdade de imprensa e disse ser totalmente contrário à qualquer plano de controle social da mídia e internet.

SIGA A RENOVA

Compartilhe...

Share on whatsapp
Share on google
Share on pinterest
Share on linkedin
Share on email

Deixe seu comentário...

Veja também...

SIGA A RENOVA