Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch
Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch
- PUBLICIDADE -

Bolsonaro questiona reais interesses de Macron na Amazônia

Tarciso Morais

Tarciso Morais

Bolsonaro questiona reais interesses de Macron na Amazônia
COMPARTILHE

Sozinho em live, Bolsonaro rebateu declarações de Macron e criticou interesse estrangeiro na Amazônia.

Como era de se esperar, a Amazônia foi o assunto principal da tradicional transmissão ao vivo no Facebook, nesta quinta-feira (22), com a presença do presidente da República, Jair Bolsonaro.

Desta vez, a live contou apenas com a presença da interprete de Libras, Elizângela Castelo. Na maioria das vezes, Bolsonaro fala com o público acompanhado de ministros ou integrante da equipe.

Durante a transmissão, o chefe do Executivo criticou o impulso dado por seus críticos à campanha internacional contra a Amazônia:

“Eu fico indignado de ver gente fazendo uma campanha contra o seu próprio país sem saber o que está acontecendo.”

Sem citar nominalmente o presidente francês, Emmanuel Macron, Bolsonaro rebateu os estrangeiros que têm interferido diretamente na Floresta Amazônica:

“Vocês acham que outros países que nos atacam dessa forma —um país que eu não vou falar o nome aqui teve a desfaçatez de falar ‘a nossa Amazônia’— estão interessados em você brasileiro ou estão interessados em um dia ter um espaço na Amazônia para eles?”

Na tarde desta quinta, o mandatário da França, em tom alarmista, declarou a situação das queimadas como uma “crise internacional”. “Nossa casa está queimando“, disse ele no Twitter.

Em postagem no Twitter, logo após a live, Bolsonaro criticou diretamente o francês, dizendo que ele busca “instrumentalizar uma questão interna do Brasil e de outros países amazônicos para ganhos políticos pessoais” com “tom sensacionalista“.

O presidente do Brasil deixou claro que “a sugestão do presidente francês, de que assuntos amazônicos sejam discutidos no G7 sem a participação dos países da região, evoca mentalidade colonialista descabida no século XXI”.

- PUBLICIDADE -
TÓPICOS
COMPARTILHE
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no telegram
Compartilhar no reddit
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no email
VEJA TAMBÉM