Português   English   Español

Bolsonaro questiona relações diplomáticas do Brasil com Cuba

Bolsonaro questiona relações diplomáticas do Brasil com Cuba

Em entrevista ao jornal Correio Brasiliense, o presidente eleito Jair Bolsonaro levantou um questionamento sobre se vale a pena manter relações diplomáticas com Cuba.

“Olha, respeitosamente, qual o negócio que podemos fazer com Cuba?”, indagou Bolsonaro aos repórteres do jornal de Brasília.

O presidente eleito citou o exemplo de mães cubanas enviadas ao Brasil pelo programa Mais Médicos:

Vamos falar de direitos humanos? Pega uma senhora que está aí de branco, que veio no programa Mais Médicos. Falei “senhora” porque não sei se ela é médica, não fez programa de revalidação. Pergunta se ela tem filhos. Já perguntei. Tem dois, três, estão em Cuba. Não vêm para cá. Isso para uma mãe, não é mais que uma tortura? Ficar um ano longe dos filhos menores?

Jair Bolsonaro acrescentou:

Quem vem para cá de outros países ganha salário integral. Os cubanos ganham aproximadamente 25% do salário. O resto vai para alimentar a ditadura cubana? Foi acertado há quatro anos, quando Dilma era presidente, que se alguém pedisse exílio seria extraditado. Dá para manter relações diplomáticas com um país que trata os seus dessa maneira?

O capitão reformado do Exército concluiu:

Queremos o Mais Médicos? Podem continuar. Revalida, salário integral e traz a família para cá. Eles topam? Queremos reciprocidade. Embaixada da Venezuela: o embaixador já veio para cá, a embaixada já foi desativada, não temos mais contato. Agora, veio no governo do Michel Temer, porque no governo do PT… Essa decisão teria que ter sido tomada há mais tempo: chamar o embaixador, conversar.

 

Adaptado da fonte O Antagonista

Deixe seu comentário

Veja também...