- PUBLICIDADE -

Bolsonaro rebate ataques envolvendo queimadas na Amazônia

Bolsonaro rebate ataques envolvendo queimadas na Amazônia
- PUBLICIDADE -

Bolsonaro reclamou da fama que tem de destruir a Floresta Amazônica. “É o Nero tocando fogo”, ironizou o presidente.

O presidente da República, Jair Bolsonaro, reclamou, nesta terça-feira (20), da fama que tem de destruir a Amazônia.

Segundo o chefe do Executivo, ele passou do apelido “capitão motosserra” a “Nero”, imperador responsável por incêndio que devastou a cidade de Roma.

Ao deixar o Palácio da Alvorada, Bolsonaro declarou:

“Agora estou sendo acusado de tocar fogo na Amazônia. Nero! É o Nero tocando fogo na Amazônia.”

O presidente afirmou que é impossível o uso do Exército para reprimir queimadas devido à grande dimensão da floresta equatorial brasileira:

“O pessoal está pedindo aí para eu colocar o Exército para combater. Alguém sabe o tamanho da Amazônia?”

E, segundo o site Metrópoles, completou:

“A distância entre os pelotões de fronteira é de 200 quilômetros, os mais perto. Vamos colocar quantas pessoas para apagar fogo na Amazônia? Meu Deus do céu! Lá, é época de queimada. O que se aproveita no momento é que está tudo mudando e eu estou tocando fogo na Amazônia.”

PUBLICIDADE
- PUBLICIDADE -

TÓPICOS

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
- PUBLICIDADE -
- PUBLICIDADE -
- PUBLICIDADE -