Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch
Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch

Bolsonaro rebate fake news sobre suposta facilitação do aborto

Tarciso Morais

Tarciso Morais

‘Amazônia é visada pelo mundo todo’, diz Bolsonaro
Imagem: Marcos Corrêa/PR
COMPARTILHE

“Pessoal, não vai de pronto acreditando em tudo o que está na internet. Dá uma pesquisada", diz Bolsonaro.

O presidente da República, Jair Bolsonaro, rebateu, nesta quinta-feira (25), uma fake news sobre a nova portaria sobre o aborto em caso de estupro assinada pelo ministro da Saúde, Eduardo Pazuello.

Em tradicional live no Facebook, Bolsonaro disse que o texto não “facilita o aborto”:

“Hoje circulou uma nota que o ministro Pazuello, da Saúde, teria facilitado o aborto. Primeira coisa, ninguém pode facilitar o aborto. O aborto é proibido por lei a não ser em três casos.”

O chefe do Executivo acrescentou:

“Eu não entendo como o pessoal inventa essas coisas. Disseram que ele [Pazuello] tinha liberado da obrigatoriedade de informar a autoridade policial. Tá aqui no artigo 7, inciso 1.”

E complementou:

“Pessoal, não vai de pronto acreditando em tudo o que está na internet. Dá uma pesquisada. A Bia Kicis fez uma matéria rebatendo esse fake news e cita a portaria, os artigos. É só ir lá na internet.”

Bolsonaro completou:

“O pessoal dá uma certa publicidade a isto que é descomunal, tentando sempre desqualificar o governo federal. E até me acusa. Eu não tenho como saber tudo o que acontece nos ministérios. É obvio, caso algo de absurdo acontece, a gente entra em contato com o ministro. E muitas vezes o ministro toma bola nas costas do secretariado, como já aconteceu com o ministro Pazuello.”

- PUBLICIDADE -
TÓPICOS
COMPARTILHE
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram