Português  English  Español  Italiano  Français  Deutsch
Português  English  Español  Italiano  Français  Deutsch

Bolsonaro reforça discurso em defesa da propriedade privada

Tarciso Morais
Tarciso Morais
Fundador e editor-chefe da RENOVA Mídia
Bolsonaro reforça discurso em defesa da propriedade privada

“Vai dar o que falar, mas é uma maneira de ajudar a violência no campo”, disse Bolsonaro sobre projeto de lei.

O presidente da República, Jair Bolsonaro, prometeu enviar ao Congresso Nacional um Projeto de Lei para que o excludente de ilicitude seja aplicado nos casos em que alguém aja para defender sua propriedade.

De acordo com o texto da proposta, quem matar em defesa da propriedade privada ou da própria vida responderá pelo crime, mas não sofrerá nenhuma punição.

A declaração foi dada na manhã desta segunda-feira (29), em Ribeirão Preto (SP), onde Bolsonaro participou da abertura da Agrishow, maior feira de tecnologia para o agronegócio da América Latina.

Na ocasião, Bolsonaro voltou a classificar a propriedade privada como “sagrada”:

“É um projeto de lei que será enviado para Câmara, vai dar o que falar, mas é uma maneira de ajudar a violência no campo. É fazer com que, ao defender sua propriedade privada ou sua vida, o cidadão de bem entre no excludente de ilicitude, ou seja, ele responde, mas não tem punição.”

E, segundo o UOL, acrescentou:

“É a forma que nós temos que proceder para que o outro lado que teime em desrespeitar a lei tema o cidadão de bem, e não o contrário.”

Compartilhe

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no telegram
Compartilhar no reddit
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no email